O caçador de pipas

The Kite Runner – 2007

Direção: Marc Forster   

Roteiro: David Benioff

Elenco: Khalid Abdalla, Atossa Leoni, Shaun Toub, Sayed Jafar Masihullah Gharibzada, Zekeria Ebrahimi, Ahmad Khan Mahmidzada, Homayoun Ershadi

 

 

Vergonhosamente tenho que admitir que ainda não li o livro por pura preguiça, pois tenho um exemplar dele aqui em casa.

Sem cair na discussão de possíveis falhas na adaptação do livro, a produção de “O caçador de pipas” teve muito cuidado em ambientar os diferentes cenários, cidades e características políticas de cada época. O cuidado foi tanto que os atores ou são descendentes de árabes ou realmente são afegãos, fazendo com que o filme seja falado não só em inglês, mas nas línguas locais. A maior parte das filmagens foi na China, onde procurou-se recriar com extremo cuidado o Afeganistão pré invasão soviética e o pós guerra com o país já no domínio do regime Talibã. A atuação dos garotos Zekeria e Ahmad são perfeitas, dando um ar infantil bem bacana. O roteiro condensa três décadas em pouco mais de duas horas e é por isso que simplifica muito o relacionamento entre Hassan e Amir.

Começamos em Cabul, capital do Afeganistão, no final de década de 1970 com Amir e seu fiel e inseparável amigo Hassan que vivem suas vidas tranqüilamente com a única preocupação de derrubar as pipas dos outros garotos da cidade. Após uma briga, Hassan é estuprado por um outro garoto, Amir não consegue impedir e a amizade entre os dois fica abalada. Com a invasão soviética, Amir e seu pai fogem para o Paquistão e depois de fixam nos Estados Unidos. Amir cresce, casa com Soraya, uma outra refugiada afegã e começa a fazer sucesso como escritor até que recebe uma ligação de Rahim Kahn, amigo de seu pai e grande incentivador de Amir quando jovem. Amir parte para o Paquistão ao encontro de Rahim e após uma conversa fica sabendo do destino de Hassan e parte para o Afeganistão para resgatar o filho do amigo. Na terra natal, Amir tem que encarar os fantasmas do passado e o regime totalitário dos talibãs.

Volto a repetir que a produção é impecável e a abertura é fantástica, uma das melhores que eu vi. “O caçador de pipas” é um excelente filme, agora tomo vergonha na cara e leio o livro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: