Gabriel – A vingança de um anjo

Gabriel – 2007

Direção: Shane Abbess

Roteiro: Shane Abbess, Matt Hylton Todd

Elenco: Andy Whitfield, Matt Hylton Todd, Dwaine Stevenson, Samantha Noble, Erika Heynatz, Michael Piccirilli, Harry Pavlidis, Jack Campbell, Kevin Copeland, Brendan Clearkin, Amy Mathews

Esse é um filme com altos e baixos, tendo momentos muito bacanas e outros da mais inútil balela. Uma tarefa difícil é saber a que público ele tentou atingir, se foram os fãs de filme de ação e pancadaria dançou, pois as cenas de ação apesar de boas, mas são muito curtas, colocando a prova a suposta força extraordinária dos combatentes. O outro público que poderia ser atingido seriam os religiosos, devido a presença de um tema bíblico, com arcanjos duelando para trazer paz a humanidade, mas como temos sangue, tiroteios, sexo, drogas e uma série de fatores que colocariam qualquer religioso de cabelo em pé, podemos descartá-los também. Ou seja, é um filme feito para ninguém, quem gostar das cenas de ação vai detestar a bizarra baboseira religiosa presente, tentando observar apenas os tiros, as porradas e as mortes sem prestar atenção da possível história ou em alguma mensagem que seria passada.

No filme, uma cidade indeterminada está dominada por Sammael (Dwaine Stevenson) e sua horda, o caos impera e um a um os arcanjos são enviados para derrotá-los e trazer a luz de volta ao lugar. Mas acontece que todos os arcanjos falharam, não derrotaram os inimigos e agora estão na cidade se enchendo de vícios humanos. O pior caso é de Amitiel (a torta Samantha Noble), que depois de perder uma luta para Sammael perde as suas asas, se torna humana e é vira uma prostituta viciada em heroína. O último arcanjo a descer é o tatuado Gabriel (interpretado pelo galãzinho Andy Whitfield), lutando sozinho (tem a ajudinha de semi-automáticas e outras armas modernosas) e com pouco tempo para agir, ele tenta resgatar os amigos para o lado bom da força a luz. A missão não é nada fácil, se bem que derrotar os inimigos foi bem moleza, o difícil mesmo é tirar Uriel (Harry Pavlidis) da cachaça, Ithuriel (Matt Hylton Todd) do ostracismo e curar Rafael (Jack Campbell) de um ferimento a bala.

A idéia de transplantar os duelos para os dias atuais é bacana, pois coloca os arcanjos em contato com os vícios modernos e com conflitos que enfrentamos hoje em dia. Mas cadê a força deles?? As lutas como dito acima, são muito curtas o que traz a duvida : Se os caras são tão fortes como podem morrer tão rápido?? E outra coisa, comassim anjo morrendo?? (tem explicação no filme, mas não faz sentido).

O encontro de Sammael e Gabriel no final é bacana, a luta dura um pouco mais e temos uma boa reviravolta, mas o desfecho é ridículo, com uma tentativa de lição de morar retardada. Seria um belo filme de ação se não tivesse tanta besteira junta e um final totalmente piegas.

Links

Comments
10 Responses to “Gabriel – A vingança de um anjo”
  1. Lucas Salata disse:

    Desculpe, mas esta crítica, na minha opinião, deixo claro, está completamente sem fundamento. Um filme extraordinário e com um conteúdo riquíssimo, especialmente, no final. Não se trata de lições de moral baseadas naquilo que parece estar escancarado, pois o fim último transcende esse. Infelizmente, é muito dificil de ser entendido se não houver um bom discernimento bíblico.

    • Lucas disse:

      Precisa se desculpar não mano, tranquilo!! Respeito sua opinião, mesmo claramente tendo um ponto de vista completamente diferente.🙂

  2. com ctz o camarada ai do 1° tópico esta completamente engando e não sabe oque diz, contexto bíblico??? o_0

    qual séria? acho que a idéia inicial do filme é boa, porém no decorrer a msg que poderia ser passada se perde no meio de tanta baboseira.

    tem gente que se considera entendido sobre determinados assuntos, essas pessoas deveriam é ir rezar e estudar de verdade o que “reza” o catolicismo!!!

    Concordo plenamente com o que disse o autor da crítica acima, o filme n tem público, e acaba se tornando piegas³.

    Outra coisa, o autor do filme não tem, ou não quis demonstrar o mínimo conhecimeto catôlico, Deus é amor, e por mais que ele mande seus arcanjos em forma humana correndo riscos de morte, nada mais justo, porque Deus mandou o seu próprio filho para morrer CRUCIFICADO NA CRUZ por todos nos, e não com uma mera bala na testa (morte instantânea).

    fiquei abismado com comentários em outro site, e digo mais c ctz se eupodesse escolher, eu nao escolheria um anjo que use drogas, seja acometido de crises essistenciais e ainda um covarde! eu n sou covarde daria minha vida pelos amigos e por Deus!

    no mais o tema é bem complexo!

    NÃO INDICO O FILME!!!

  3. Robson disse:

    boa tarde, eu não assisti o filme até o fim, apenas até a parte em que gabriel salva a anja prostituta daqueles 2 demonios, ei anja prostituta? aonde vocês viram isto na bíblia?Vejamos se o filme tem tema e personagens biblicos nada mais justo doque o autor pelo menos ter lido a biblia não acham?Anjos nao prostituem, anjos não morrem, anjos nao se encarnam, e anjos nunca são derrotados por demônios!Recomendo ao autor deste filme piada que da proximo vez que for fazer um filme com tema e/ou personagens biblicos que pelo menos consulte a biblia seja catolica ou evangélica.

  4. Bruno disse:

    ah fala serio, esse critico nao sabe nem o que diz fala merda com merda!! assistiu um trailerzinhu e quer sair se achando dizendo criticas sem fundamento. Assisti o filme e gostei muito tirando um pouco o fim mais tudo bem, mais na boa porque nao vai criticar outra coisa?!

    • Lucas disse:

      bem cara, c vc viu o filme, viu que minha critica foi feita sobre ele e não sobre o trailer.
      fiz uma critica negativa porque não gostei do filme e escrevi sobre isso, simples! se vc prestou atenção é essa a idéia do blog!!

  5. Catieeeeene disse:

    Cara…
    Eu assisti o filme, não entendi muito bem a história, sou evangélica e concordo plenamente que forçaram muito colocando limitação na força do anjos, colocando um anjo como mulher, sendo que eles não tem sexo, assim como DEUS, e fazendo deles prostitutas, viciadas e suicidas, porque termina com Gabriel se matando, sendo que o primeiro anjo que ele encontra diz pra ele que se ele morresse ali, continuaria morto, enfim…
    Não encontrei nada disso na Bíblia, já que sou evangélica a quase 14 anos e sei que DEUS não é limitado desse geito, enfim…
    Não vim falar de religião, o que eu gostei no filme é a determinação dele em salvar os outros anjos pra que eles se juntassem a ele na luta, mais foi em vão, o ator é bonito, e as lutas são muito fracas, muito sangue e pouca ação, eu precisei assistir o filme 4 vezes pra entender…

  6. Vévis disse:

    Bom…assisti ao filme ontem, acredito que todas as críticas são válidas apesar de algumas fujirem do contexto e da realidade.
    Este filme assim como muitos outros traz uma não realidade, ou seja, uma idéia do que seria o mundo que fosse dominado pelo medo, por demonios, pelo mal, que sao sentimentos que afloram em humanos e nao em anjos. A partir do momento que Deus os manda pra que venham nos salvar, eles caem na terra em forma de humanos com todos os sentimentos e nao virtudes que nos temos, isso explicaria, o medo, a angustia e a falta de discernimento, as traições…
    A respeito da personagem anja/prostituta posso dizer que ela não eh mais um anjo tendo escolhido trocar as asas a fim de nao morrer, muito justo para os humanos covardes.
    Quando Gabriel se mata, ele nao se mata minha gente, para quem nao percebeu é proibido suicidio e morte entre os anjos, ele se jogou do alto do predio pelo mesmo principio que no filme CIDADE DOS ANJOS o arcanjo se jogou tambem, ELES MORRERAM PRA A VIDA CELESTIAL E SE TORNARAM HUMANOS…. e viva quem assiste os filmes e entende….kkk
    Cara eu gostei do filme, muito sangue, muita bala, muita loucura, enfim…pra quem nao gostou é porque nao entendeu a essencia!
    valeu beijos

  7. Ainda bem que tá na categoria de “não presta” hahahahaha filme HORROROSO.

    Conteudo religioso e tudo pra ser uma historia muito foda e diferente.. mas extremamente mal executado.Cenário, figurino, iluminação, fotografia, dialogos.. interpretações.. tudo sofrido demais. Até o figurino foi meio exagerado e desnecessario.

    Acho que o filme decepciona aos fãs de filmes com conteudo religioso ou coisa do tipo, por ter sido mal executado; e aos fãs de filme de ação, pq não tem um minimo de censo de realildade nas cenas e faz caracterizações de uma batalha aos moldes trash.

    Eu ri do filme. :s

  8. E=MChammer disse:

    O filme é legal, mas poderia ser bem melhor. A temática dos anjos lutando para manter o equilíbrio entre as forças do bem e mal e sofrendo como humanos é bem original e interessante (o lance do anjo alcoolatra e da anja prostituta foi uma boa sacada). Só acho que a ideia poderia ter sido melhor trabalhada, explorando o conflito do personagem central e seu questionamento sobre o motivo da sua luta. Tecnicamente o filme é correto, com alguns efeitos originais, pricipalmente nas cenas de luta. Mas, dentro desse gênero, eu escolheria o filme “Legião”, que considero bem melhor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: