Walk Hard: The Dewey Cox Story

Walk Hard: The Dewey Cox Story – 2007

Direção: Jake Kasdan

Roteiro: Jake Kasdan, Judd Apatow

Elenco: John C. Reilly, Kristen Wiig, Tim Meadows, Chip Hormess, Raymond J. Barry

“Walk Hard” podia ser um dos filme de comédia mais engraçados do ano, mas a equipe liderada por Judd Apatow que foi responsável por “Superbad”, “O Virgem de 40 anos” e outros, mas aqui não acertaram na dose, exagerando na duração do filme e em algumas piadas repetitivas e bobas. O filme tem um bom elenco, com John C. Reilly no papel principal, Tim Meadows como o baterista da banda de Dewey Cox, Jenna Fisher e uma série de participações como Jack Black fazendo Paul McCartney, Justin Long como George Harrison, Jack White como Elvis Presley, além de Jonah Hill e Eddie Vedder.

A história é uma paródia das cinebiografias musicais, com um foco maior em “Johnny & June” e “Ray”. John C. Reilly é Dewey Cox, um fictício famoso cantor que através de um flashback momentos antes de um show, relembra toda sua vida. Dewey morava com os pais e os irmãos em uma fazenda no interior dos Estados Unidos. Durante uma luta de facões, Dewey corta o irmão Nate (Chip Hormess) literalmente pela metade, causando sua morte e o desprezo por parte do pai (Raymond J. Barry). Antes de morrer, Nate pede ao irmão que se torne melhor que os dois juntos poderiam ser. Nesse mesmo dia, quando ia comprar uma vela, Dewey descobre o Blues e decide ser cantor.

Passado alguns anos, Dewey se apresenta na escola e faz o maior sucesso, mas sua música é considerada coisa do demônio e aos 15 anos (aqui o filme faz piada com o fato de atores bem mais velhos fazerem papel de personagens novos) ele sai de casa junto com sua namorada Edith (Kristen Wiig) para seguir seu sonho.  No inicio ele começa trabalhando lavando o chão de uma casa de shows e quando surge uma oportunidade de se apresentar, Dewey chama a atenção de empresários judeus, que resolvem investir em sua carreira. Dewey grava a música Walk Hard e se torna um sucesso, fazendo shows e ganhando dinheiro. Com a fama e a grana, ele tem fácil acesso a putarias e drogas e a partir dai sua carreira vai alternando momentos altos e baixos, com surtos de insanidade.

Como é um filme de comédia, as desgraças da vida de Dewey fluem de maneira engraçada. Um dos momentos mais comicos do filme é o encontro da banda de Dewey com os Beatles na Índia. As músicas são bem bacanas e nos momentos em que elas são “modernizadas” da pra se perceber uma crítica sobre o que muitas bandas antigas fazem com suas músicas para continuarem famosas e até mesmo os novos artistas que as vezes detonam um clássico.

“Walk Hard” é um bom filme, tem bons momentos, mas é forçado, presta, mas não é dos melhores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: