Cinturão Vermelho

Redbelt – 2008

Direção: David Mamet

Roteiro: David Mamet

Elenco: Chiwetel Ejiofor, Alice Braga, Rodrigo Santoro, Emily Mortimer, Tim Allen, Joe Mantegna, Max Martini, John Machado, David Paymer

Fiquei com a triste sensação de tempo perdido no final desse filme. “Cinturão Vermelho” é tão dramático e forçadamente apegado a valores morais que varia entre o chato e o insuportável. Mesmo tendo o Jiu-Jitsu como um dos pontos principais, o filme não é de artes marciais e sim das convicções morais de uma pessoa pura rodeada por vilões e sujeitos inescrupulosos.

O andamento do filme não ajuda, pequenas e insignificantes coisas vão acontecendo até os 40 primeiros minutos, a partir dai elas se juntam e formam um espécia de teia ao redor do personagem principal, que com seus principios encara tudo de frente para no final vencer seus obstáculos da forma mais inverossímel do mundo. A tentativa do diretor David Mamet é nitidamente explorar o lado psicológico das personagens, mas ele exagera na psicologia e esquece que está fazendo um filme.

Mike Terry (Chiwetel Ejiofor) é um professor de Jui-Jitsu de uma pequena academia nos Estados Unidos. Sua vida é baseada em fortes convicções morais, que guiam seus passos para o que ele considera ser uma vida correta. O problema é que essas convicções não dão grana e a família de sua esposa, Sondra (Alice Braga), o empresário Bruno (Rodrigo Santoro) e do campeão de Jiu-Jitsu Ricardo (John Machado) o considera um perdedor (o que de fato ele é!).

Alguns eventos comuns começam alterando a rotina de Mike, em um dia chuvoso a advogada Laura Black (Emily Mortimer) entra na academia para pedir ajuda e assustada acaba atirando no vidro da frente com a arma do policial Joe Collins (Max Martini), o melhor aluno de Mike. Para não causar maiores problemas, Joe resolve não relatar o caso aos seus superiores e Mike como o bom moço da história começa a ajudar a advogada a se livrar de seus traumas.

Em uma ida ao bar de Bruno para pedir um empréstimo, Mike acaba salvando o ator Chet Frank (Tim Allen) de uma briga e os dois acabam se tornando amigos. Com Chet e Jerry Weiss (Joe Mantegna), empresário do ator, Mike entra para o mundo do cinema e confidencia alguns planos e métodos do Jiu-Jitsu.

As coisas começam a piorar quando ele descobre que sua esposa fez um empréstimo de 30 mil dólares para comprar tecidos brasileiros e montar uma sociedade com a esposa de Chet, porém o negócio está dando para trás e eles não tem como pagar toda essa quantia. Mike vai conversar com Richard (David Paymer), a pessoa que emprestou o dinheiro e durante a conversa em um bar, ele vê na TV uma de suas idéias sendo transformada em uma competição e parte com Laura, agora sua advogada para tentar um acordo com os organizadores, que no caso são Bruno e Jerry. Porém a reunião é completamente infrutífera e para piorar o advogado dos organizadores mostra algumas provas do incidente na academia e um relógio dado a Joe por Mike, que havia recebido de presente de Chet. Assustado com a repercusão, Joe se mata e Mike se vê obrigado a entrar no torneio para conseguir 50 mil dólares, mesmo que para isso tenha que passar por cima de uma de suas regras, a de não competir.

Os últimos 40 minutos de filme se passam no torneio, onde Mike descobre que tudo é uma farsa e que até sua esposa está contra ele, mas como ele mesmo diz que não existe uma situação difícil em que não se possa sair, se mostra disposto a desmascarar tudo e ai o filme cai em uns 10 minutos sem falas em que as personagens misteriosamente descobrem os motivos das ações de Mike, dão o maior apoio ao cara e tudo termina em um grande pastelão.

“Cinturão Vermelho” prestará apenas para dar mais visibilidade a Alice Braga e Rodrigo Santoro em Hollywood, que espero que tenham papéis melhores e maiores no futuro.

Comments
One Response to “Cinturão Vermelho”
  1. marcelo disse:

    final do final foi horrivel pois jogou as informações e pior ele acabada deixando tudo no ar, gostei do filme mas decepcionei com o final…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: