Star Wars: The Clone Wars

Star Wars: The Clone Wars – 2008

Direção: Dave Filoni

Roteiro: George Lucas, Henry Gilroy, Steven Melching, Scott Murphy

Vozes: Matt Lanter, Ashley Eckstein, Ian Abercrombie, Nika Futterman, James Arnold Taylor, Kevin Michael Richardson, Christopher Lee, Samuel L. Jackson, Anthony Daniels, Tom Kane

George Lucas é um gênio que inovou o cinema e a forma de se trabalhar com efeitos especiais. A saga de Star Wars fez tanto sucesso que o universo ficcional criado pelo cineasta se tornou real, com bonecos, jogos para computador e video game, desenhos animados para TV, além de livros e revistas em quadrinhos. O crescimento da saga satisfez dois grupos, os fãs que esperam ansiosos qualquer lançamento e os consomem com uma voracidade incrível e o pessoal da LucasFilm, neste caso leia-se o próprio George Lucas, que enriqueceu pra caramba.

Por mais que se diga e saiba que é verdade que todo produto lançado da franquia é uma jogada de marketing visando um outro futuro lançamento, a cumplicidade entre público e criador é incrível. George Lucas ama a sua criação e ama ganhar dinheiro e o público ama o que é lançado, desde um boneco do R2 até os desenhos animados. É este aspecto que as pessoas devem se atentar, qualquer coisa vinda do universo Star Wars, por pior que seja, terá um número enorme de consumidores e esse número cresce a cada dia, devido justamente ao fato de que no mundo nerd, Star Wars esté presente em tudo.

“Star Wars: The Clone Wars” é o primeiro longa da saga em animação e está situado entre os episódios II e III, tratando de um trecho das Guerras Clônicas entre a República e os separatistas, liderados pelo Darth Sidious.

Anakin Skywalker (Matt Lanter) recebe duas missões durante as Guerras, treinar a padawan Ahsoka Tano (Ashley Eckstein) e resgatar o filho de Jabba The Hutt (Kevin Michael Richardson), sequestrado por mercenários. Como a guerra está concentrado todo esforço Jedi, o resgate do filho de jabba é importante para um acordo que liberará algumas rotas do hiper espaço. O problema é que o sequestro foi secretamente tramado por Darth Sidious (Ian Abercrombie) e por Count Dooku (Christopher Lee), que também se apresentou a Jabba com o intuito de resgatar seu filho. O plano do lado negro é colocar Jabba contra os Jedi e ter livre acesso as rotas do hiper espaço controladas pelo Hutt.

Anakin e Ashoka conseguem libertar o filho de Jabba de Asajj Ventress (Nika Futterman), mas nesse momento o Hutt já foi convencido por Dooku que os Jedi é que estão por trás de tudo e o resgate se complica ainda mais. Anakin e sua padawan vão até Tatooine, planeta natal do Jedi e lá eles vão enfrentar além do Count Dooku, os guardas de Jabba para conseguirem cumprir a sua missão.

A animação foi dirigida por Dave Filioni, um padawan de George Lucas, que conforme algumas entrevistas deu boa liberdade de criação ao pupilo, mas supervisionou todos seus passos. A personagem Ashoka Tano é uma criação de Dave. Após esse filme, as Guerras Clônicas vão para a televisão, também como desenho animado no Cartoon Network.

Isoladamente, “Star Wars: The Clone Wars” não apresenta nenhuma grande novidade, mas como faz parte de um universo gigantesco é mais que indicado para os fãs da saga, presta bastante.

Comments
3 Responses to “Star Wars: The Clone Wars”
  1. atecubanos disse:

    fala sério………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

  2. Rafael disse:

    Adoro Star Wars. Será que sai o Episódio 7? Já vui os Easter eggs nos filmes Transformers e Star Trek? Se não, entra aqui: http://fantasticocenario.wordpress.com/2009/07/27/star-wars-episodio-7/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: