O Albergue 2

Hostel: Part II – 2007

Direção: Eli Roth

Roteiro: Eli Roth

Elenco: Lauren German, Bijou Phillips, Heather Matarazzo, Roger Bart, Vera Jordanova, Richard Burgi

Nunca pense que um filme possa ser muito ruim porque sempre existe a possibilidade de vir uma sequência e piorar ainda mais as coisas. Esse é o caso da franquia de “O Albergue”, se o primeiro já era ruim e sem graça, essa continuação bate recorde de chatura e perda de tempo. Tudo aqui é mais chato que no primeiro, não acontece nada em praticamente todo o filme, salvo uns 10 minutos o restante é conversa fiada, enbromação e uma tentativa estúpida de mostrar o lado dos torturadores. Felizmente segundo declarações de Eli Roth essa porcaria não vai ter mais uma sequência, pelo menos nos livramos de mais um monte de bobagens.

Essa parte dois é exatamente igual a primeira, uma originalidade muito bacana do senhor Roth. Um grupo de adolescentes americanos vai para um albergue, conhece gente interessante, são torturados, um foge, fode todo o resto e o filme acaba. Pronto, é isso, exatamente como foi o outro filme. Para disfarçar a tosqueira, aqui temos algumas cenas com dois dos torturadores, sendo que um deles inicialmente mostra duvidas sobre se realmente quer matar uma pessoa.

O filme começa do ponto onde termina o primeiro, com Paxton (Jay Hernandez) em um hospital italiano sendo interrogado pela polícia. Após a conversa tomar um rumo estranho Paxton é atacado pelos policiais e txaaaaaaaaaaan… acorda porque era um sonho. Ele está escondido com a sua namorada e está morrendo de medo do pessoal da “empresa de tortura” vir atrás dele. O que realmente fazem e acaba a participação de Paxton e você viu uma coisa que não tem a menor importancia pro restante do filme.

Beth (Lauren German), Whitney (Bijou Phillips) e Lorna (Heather Matarazzo) são estudantes americanas que vivem em Roma, estudando na mesma escola. Para descansar elas pegam um trem e lá encontram Axelle (Vera Jordanova), uma modelo que haviam conhecido na escola. Axelle comenta de um spa que costuma frequentar e as meninas decidem ir com ela passar alguns dias.

Elas chegam no mesmo albergue do primeiro filme, só que dessa vez como você já sabe que ali tem treta, o funcionário do albergue da na cara que é um psicopata doido e maluco. Ai temos algumas cenas de bebedeira, festas, bebedeiras, festas e Lorna resolve dar um role com um lenhador cara que conheceu na festa. Depois de mais alguns minutos enrolando temos a primeira sequência gore, aonde uma mulher com um cajado brinca com Lorna, com direito a banho de sangue no estilo Zé do Caixão.

Muito preocupadas com a amiga sumida, Beth e Whitney vão dar um mergulhinho na piscina e Beth da uma dormidinha e quando acorda todo mundo sumiu. Pouco tempo depois ela está sendo perseguida por dois caras, mas acaba fugindo e sendo salva dos mulequinho do capeta (lembram deles??) por Axelle e por um tiozão careca que é o manda chuva na “empresa de tortura”. E assim, mais calma que se tivesse fumado maconha, Beth passa bons minutos na mansão do careca, sem fazer nada e quando percebe que tá na casa do inimigo já é tarde demais.

Beth é levada para a mesma fábrica abandonada do primeiro filme e lá reencontra Stuart (Roger Bart), um cara que conheceu na festa e que é o seu torturador. Stuart ainda tem duvidas se realmente quer matar alguem, até chega a soltar Beth, mas ai resolve virar macho e terminar a parada e Beth tem que arrumar um jeito de se livrar do cara e fugir sem que os seguranças a capturem mais uma vez.

O desfecho consegue ser pior que do primeiro, mesmo com a cena do olho pendurado. A solução foi tão banal que irrita. Não presta e ainda bem que não terá o terceiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: