Os Estranhos

The Strangers – 2008

Direção: Bryan Bertino

Roteiro: Bryan Bertino

Elenco: Liv Tyler, Scott Speedman, Gemma Ward, Kip Weeks, Laura Margolis

Depois de ser tão elogiado e faturado mais de 54 milhões nos Estados Unidos, “Os Estranhos” já vai ganhar uma continuação no ano que vem nas mãos do mesmo diretor e roteirista, Bryan Bertino. Não sei se isso é uma coisa boa, já que achei esse filme muito chato, durante toda sua pouca mais de uma hora de duração, apenas dez minutos tem ação, deixando o restante com um absoluto nada. O final é ainda mais besta, segundo um texto no Imdb ele tinha mais diálogos entre os assassinos e as vítimas, só que por opção do diretor/roteirista, essas cenas foram deletadas para deixar os assassinos mais misteriosos, acabou que deixou sem sentido.

Durante os primeiros 25 minutos de filme apenas vemos um casal, James Hoyt (Scott Speedman) e Kristen McKay (Liv Tyler) que aparentemente brigou e estão retornando a casa. Por estarem brigados, diálogo é a coisa que menos aparece durante as cenas, deixando tudo chato, monotono e com você doido para essa tortura terminar logo. Quando eles começam a fazer as pazes, uma garota bate na porta e pergunta por uma pessoa que não mora ali.

James sai para comprar cigarros, deixando Kristen sozinha na casa. A garota retorna e mais uma vez bate na porta, perguntando pela mesma pessoa, assustada Kristen tranca a porta e ai começam a bateção de porta e outros barulhos. Quando James volta, o celular de Kristen sumiu e ao voltar ao carro para pegar o seu, ele nota que os vidros estavam destuídos e o celular roubado. Todas as tentativas de fuga e ou resistência de James e Kristen se mostram ineficiêntes, até que finalmente eles são capturados pelos assassinos, que são três pessoas mascaradas.

O final que poderia ser o ponto máximo do filme, acaba deixando a desejar porque ninguém fala nada e é tudo muito rápido para cujos assassinos estavam brincando com as vítimas antes de capturá-los. Como filme de assassinos misteriosos que invadem uma casa afastada durante a madrugada, “Ils” é muito melhor, não presta.

Comments
One Response to “Os Estranhos”
  1. Luiz Augusto disse:

    Nesse filmes americanos dementes as pessoas boas sempre são idiotas, enquanto os maus são inteligentes e sortudos. Agora eu pergunto… por que? Parece-me que esses diretores e roteiristas tem uma quedinha pelo mal. Estranho, né? Bela mensagem eles enviam “O mal sempre vence”. Os bandidos matam dezenas de pessoas e morrem com um simples tirinho no final.. Qual é, gente?!?!?!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: