Wall-E

Wall-E – 2008

Direção: Andrew Stanton

Roteiro: Andrew Stanton, Jim Reardon, Pete Docter

Vozes: Ben Burtt, Elissa Knight, Sigourney Weaver, Fred Willard, Jeff Garlin

Posso estar enganado, mas Wall-E é uma unanimidade, não conheço ninguém que tenha visto e achado ruim. O filme todo é genial, a história é muito boa, a animação é excelente e obviamente é muito engraçado. A qualidade da animação é tão grande aqui, que em certos momentos as máquinas, o ambiente se assemelham muito com a realidade, mais um trabalho magistral da Pixar. A história tem uma criticas bacanas, servindo como uma alerta para a poluição no planeta e a cada vez maior preguiça que nós temos, de ficar sentado a maior parte do dia na frente de uma tela.

Depois de poluir o planeta todo, chegando a um ponto de ser perigoso viver por aqui, os seres humanos vivem em uma grande nave, a Axiom, que há 700 anos vaga pelo espaço esperando que a vida na Terra volte a ser possível. O lixão terrestre é habitado apenas por um robô, Wall-E (Waste Allocation Load Lifter-Earth-class) e uma barata. Wall-E segue seu programa de compactar o lixo e estocá-lo em arranha- céus e colecionar coisas estranhas que encontra pelo caminho.

Sua rotina muda quando uma grandiosa nave chega ao planeta e nela está EVE (Extraterrestial Vegetation Evaluator), uma robô que está escaneando o planeta em busca de alguma forma de vida. Depois do medo inicial, de algumas explosões e da confusão na apresentação, Wall-E acaba se apaixonando por EVE e começa a mostrar toda sua tranquera a robô. Ao ver um dos objetos, uma planta enfiada em uma bota, o sistema de EVE recolhe e material e se desliga por ter completado a sua missão. Durante dias, Wall-E tenta “acordar” EVE, levando ela para passear, ver filmes, mas nada acontece, obrigando o robô a voltar a sua rotina de compactação de lixo.

Quando Wall-E estava longe, a nave de EVE retorna para recolher o robô, Wall-E corre e consegue alcançar a nave e acaba sendo levado junto para o espaço com destino a Axiom. Lá dentro, Wall-E vai ter contato com os seres humanos atuais, um bando de folgados gordões que passam o dia encostados em grandes poltronas, sem se dar ao trabalho de não fazer nada, absolutamente nada.

A missão de EVE que é de recolher alguma forma de vida na Terra e mostrar ao capitão da Axiom é sabotada por AUTO, o sistema de navegação da nave, que não quer que os humanos voltem para seu planeta. Wall-E e EVE começam a ser perseguidos na nave e com a ajuda de alguns robôs com defeitos e do capitão da nave, eles tem que colocar a planta dentro de um scanner que ativaria a programação de volta a Terra.

Para quem gosta da Apple e principalmente de Macs, o filme é recheado de citações a empresa de Steve Jobs, até agradecimento ao cara tem no final.

Wall-E é um excelente filme para família, para adultos, para todo mundo, presta bastante, mesmo!!

Comments
3 Responses to “Wall-E”
  1. Marcio Melo disse:

    Muito lindo e cativante esse filme é sensacional e estará encabeçado meu top 10 melhores filmes de 2008 este ano!

    Abração velho e ainda nao tive tempo de dar o jeito no banner. Por enquanto só o link ai no blogroll já está otimo.

    Vou melhorar nossa parceria assim que arrumar mais um tempinho ok? []´s

  2. Lindo! Perfeito! Emocionante… Quase chorei!

    Não tem pra Shrek’s nem pra Espanta-Tubarão nem Madagascar e muito menos pra Kung Fu Panda e outras merdas!

    A melhor animação que já vi na minha vida!

    Espero ansiosamente por UP!

    (Ainda escrevo sobre esse filme no meu blog, só tô esperando a chance perfeita).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: