3 dias

3-dias3 dìas – 2008

Direção: F. Javier Gutiérrez

Roteiro: F. Javier Gutiérrez, Juan Velarde

Elenco: Víctor Clavijo, Mariana Cordero, Eduard Fernández, Juan Galván, Daniel Casadellà, Ana de las Cuevas, Elvira de Armiñán

O que você faria se o mundo acabasse em 72 horas? Depois de um anuncio oficial do secretário da ONU de que um meteoro cinco vezes maior do que extinguiu os dinossauros está a caminho da Terra, Ale (Víctor Clavijo) tem um único objetivo, ficar em casa e encher a cara. Lá fora o mundo começa a entrar em caos, pessoas se matando e fugindo para qualquer parte, assaltos e fugas em massa de prisões transformam os últimos momentos de vida em horas de pânico e terror. Os planos de Ale são alterados quando sua mãe Rosa (Mariana Cordero) decide ir atrás de seu outro filho Tomás, que vive um pouco afastado do pequeno vilarejo em que moram, Laguna, em algum canto do sul da Espanha.

A preocupação de Rosa tem uma razão, anos atrás, Tomás ajudou a capturar um assassino de nome Soro (Eduard Fernández), que escapou da prisão e prometeu se vingar. Ale e a mãe encontram os filhos de Tomás sozinhos na casa e decidem ficar por ali e aguardar ou que Tomás chegue ou que o mundo acabe de uma vez. Como os satélites de comunicações da Terra foi pras cucuias, os garotos não tem a mínima idéia de que tem poucas horas de vida e assim continuam por decisão de Rosa. Após um acidente, Rosa morre e Ale fica sozinho com os sobrinhos, coisa que não agrada nada ao cara. A situação piora ainda mais com a chegada de Lucio, um misterioso homem que se diz amigo de Tomás, mas que na verdade é Soro.

Seria uma história batida essa de extinção da humanidade com um meteorito, mas foi genial a idéia de colocar isso como base de uma história que na verdade trata de medo, violência e um certo ponto de terror psicologico. O diretor F. Javier Gutiérrez se sai muito bem em seu primeiro longa, trabalhando muito bem com cores mais pálidas e um ambiente seco, bem ligado as personagens. As atuações também são muito boas e Víctor Clavijo representa muito bem um personagem rispido mas cheio de medos e preocupações.

Espero sinceramente que não seja atingido pela onda de remakes de hollywood, o filme é muito bacana para ser estragado apenas para rechear mais as contas bancárias de alguns produtores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: