Gomorra

gomorraGomorra – 2008

Direção: Matteo Garrone

Roteiro: Roberto Saviano, Matteo Garrone, Maurizio Braucci, Ugo Chiti, Gianni Di Gregorio, Massimo Gaudioso

Elenco: Salvatore Abruzzese, Simone Sacchettino, Gianfelice Imparato, Carlo Del Sorbo, Salvatore Cantalupo, Salvatore Ruocco

Fico com uma sensação de idiota-mor, quando passo mais da metade de um filme sem entender o que que tá rolando. Em “Gomorra” uma coisa eu sabia com certeza, a mafia controla boa parte das atividades no sul da Itália. O problema é que o filme tenta abraçar o mundo e deixa tudo mal explicado, colocando muita gente em ações e locais diferentes para não dar uma sequer razão para eles estarem ali.

Baseado no livro de mesmo nome de Roberto Saviano, “Gomorra” trata de um dos grupos criminosos que comandam a Itália, em sua maior parte localizados no sul do país. A Camorra, assim como explicado nos créditos finais já matou mais de 4000 pessoas nos últimos 30 anos e segue disparada a líder no “segmento” na Europa. As atividades ilegais acabam sendo revestidas em ações legais, tendo a Camorra inclusive participado da reconstrução das Torres Gêmeas em Nova York.

Para quem se lembra, no inicio de 2008, Napoli teve um probleminha com o lixo urbano, que não era retirado pelas empresas responsáveis e acabou ficando jogado pelas ruas. Quem controla a retirada e destino final do lixo é a Camorra, que foi a responsável pela zona em que a cidade ficou. Esse assunto, mais o tráfico de drogas e a violência é tratado no filme, mas acaba que no final das contas nada de explica e tudo se complica. Temos uma cacetada de personagens, uma centena de ambientes diferentes, uma guerra no meio e nada disso tem uma explicação ou ao menos uma razão para tal. Obviamente que o contexto envolvido é complicado, mas o filme erra ao tentar mostrar um pouco de tudo e não focar em nada de especial. Algumas cenas são completamente desnecessárias e que acabam não tendo nenhuma função no final das contas. Algumas personagens não tem uma posição clara no filme, outras aparecem para não fazer nada e outras aparecem para fazer merda, morrer e você perceber que elas no contexto geral não representam nada.

O filme não é ruim e nem chato, mas não mostra nada demais, passando suas mais de duas horas citando as coisas que a Camorra fez e faz. Poderia ser melhor se focasse em alguma dessas coisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: