24 Horas: A Redenção

2424: Redemption – 2008

Direção: Jon Cassar

Roteiro: Howard Gordon

Elenco: Kiefer Sutherland, Robert Carlyle, Hakeem Kae-Kazim, Jon Voight, Cherry Jones, Colm Feore, Powers Boothe, Peter MacNicol, Tony Todd, Carly Pope, Gil Bellows


Jack Bauer is back!! A idéia de soltar uma prequencia para a sétima temporada foi uma boa, já que a mais de ano não tinha nada de novo do seriado. Esse “filme” do 24 Horas trouxe uma outra boa coisa, pela primeira vez as ações do Jack entre uma temporada e outra foram mais bem exploradas, não deixando o que acontecia nas outras seis temporadas em que só alguns flashbacks mostravam coisas de certa forma relevantes. Por mais que para alguns pareça encheção de linguiça, essas quase duas horas de “24 Horas: A Redenção” servem para atualizar sobre o seriado e dar uma ponte para as coisas que acontecerão no decorrer da sétima temporada.

“24 Horas: A Redenção” começa na África, mais precisamente no ficticio país Sangala, onde o General Juma (Tony Todd) está recrutando jovens para seu exército que irá tomar o poder. O braço direito de Juma é o Coronel Dubaku (Hakeem Kae-Kazim), um cara mal pra cacete, vide a cena do “kill the cocoroch”. O grupo de Juma é financiado por alguns americanos, muitos deles membros do futuro governo recém eleito, a ajuda vai de armas a dinheiro para a guerra civil.

E cadê o Jack nessa história toda? Depois de mais de um ano pulando de país em país, o ex-agente está dando uma relaxada em Sangala, vivendo em um posto de ajuda da ONU. Obviamente a vida de Jack não é tão simples, ele vem fugindo nesse último ano de uma intimação do governo dos Estados Unidos que está julgando algumas denúncias contra a agora extinta CTU. Quando decide ir embora do novo endereço, a guerra estoura em Sangala e ai Jack tem que entrar em ação para salvar as crianças do posto da ONU.

Nos Estados Unidos, o governo está em fase de transição, já que dali a algumas horas a Senadora Allison Taylor (Cherry Jones) se tornará a nova presidente do país. Cientes do problema em Sangala, o atual governo, presidido por Noah Daniels (Powers Boothe) decide não fazer nada, já que o problema não é deles e o país não tem nada que valha a pena ser salvo.

Para quem gosta do seriado, ou quer começar a acompanhar, esse filme é fundamental para entender a nova temporada, já que uma cacetada de coisa que ocorrem aqui vão ser desenvolvidas nos 24 episódios.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: