Lost – 5ª Temporada, 4º Episódio

lostLost – Season 5, Episode 4: The Little Prince – 2009

Direção: Stephen Williams

Roteiro: Brian K. Vaughan, Melinda Hsu

Elenco: Naveen Andrews, Matthew Fox, Michael Emerson, Josh Holloway, Jorge Garcia, Evangeline Lilly, Terry O’Quinn, Elizabeth Mitchell, Yunjin Kim, Jeremy Davies, Rebecca Mader, Ken Leung, Daniel Dae Kim

Olha, tá ficando difícil postar/ver Lost, a cada episódio a encheção de linguíça aumenta e nada, absolutamente nada acontece ou é explicado. Uma coisa é manter um ar de mistério, outra é enrolar o espectador durante quatro episódios.

Nesse episódio temos a volta dos Oceanic Six, que no anterior nem citados foram. O ponto de partida é como terminou o segundo episódio, com Kate noiada com a visita do advogado que quer fazer um teste para comprovar que Aaron não é filho dela, Jack atendendo Sayid no hospital, Hurley preso, Ben fazendo as tramoias dele e Sun dando uma de mulher ofendida e querendo vingança.

Quando Sayid estava no hospital, um cara disfarçado de enfermeiro entra no quarto e quase manda outra carga de tranqüilizantes no cara, eles caem na porrada e depois de apagar o cara, Sayid acha um bilhete no bolso com o endereço de Kate. Jack marca de encontrar com a moça, que está plantada na frente do prédio do tal advogado esperando ele sair para talvez descobrir quem é o cliente responsável pelo pedido do exame. Eles acabam o seguindo e para surpresa de ambos, quem recebe o advogado é a mãe de Claire, que depois em uma conversa com Jack revela que não sabe de nada de exame e que contratou o advogado apenas para processar a Oceanic.

Na ilha, o pessoal se coloca a caminho da Orquídea,  idéia genial do Locke. No meio do caminho eles se deparam com coisas do passado delas na ilha, como a luz da escotilha no final da primeira temporada e o parto de Claire, não querendo interferir nas coisas, eles apenas ficam como observadores. Depois de mais um flash de luz e mais uma viajem no tempo, eles continuam a caminhada até chegar ao acampamento, que novamente está ali, mas sem ninguém e com o bote desaparecido, mas com uma canoa largada na praia. Eles se colocam no mar para chegar mais rápido na Orquídea, mas no meio do caminho são atacados a tiros e quando as coisas iam piorar, mais um flash de luz e tchanam, mas um salto no tempo e bem no meio de um temporal.

Ainda no temporal, temos um grupo de franceses que depois de um naufrágio, acabam salvando Jin e para a surpresa do coreano, a doce menina que o ajuda se chama Danielle Rousseau.

Links

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: