Jake’s Closet

jakesclosetJake’s Closet – 2007

Direção: Shelli Ryan

Roteiro: Shelli Ryan

Elenco: Anthony DeMarco, Sean Bridgers, Brooke Bloom, Monette Magrath, Ben Bode, Matthew Josten, Barbara Gruen

Por mais estranho que pareça em alguns momentos, “Jake’s Closet” é um bom filme, tendo um plot e uma abordagem bem bacana. Algumas enquadraturas, efeitos de câmera e diálogos são muito estranhos, mas o desenrolar da história, com a crescente crise psicológica das personagens é um ponto fortíssimo do filme. A atuação de Anthony DeMarco é um outro aspecto positivo, já que o jovem ator conseguiu transmitir um personagem perdidinho em um tiroteio familiar.

Jake (Anthony DeMarco) é um solitário garoto de 6 anos que começa a sofrer com a separação dos pais. Seu pai, Peter (Sean Bridgers) trabalha e sempre está fora de casa, já a mãe Jules (Brooke Bloom), apesar de estar sempre em casa é completamente desequilibrada psicologicamente e assim Jake não recebe muita atenção de ambos os lados. A passagem de tempo do filme não ajuda muito a explicar as coisas, mas após as brigas iniciais, o casal se separa e meses se passam em que Jake vai sendo massacrado pela mãe que faz um terrorismo danado com a situação. Para piorar as coias, Jules não tem uma personalidade nada forte e sua amiga Ruth (Monette Magrath) só vai enchendo a cabeça dela de merda e a manipulando de forma a não ajudar em nada.

O único amigo de Jake é Dilon (Matthew Josten), que não é bem um amigo, mas tá sempre ali com o garoto. Após acharem um coelho morto perto da casa, Dilon diz que foi um zumbi que o matou e assim Jake começa a pensar que vive um zumbi em sua casa. Não demora muito para que ele comece a crer que o tal zumbi mora no seu armário e por mais que eles fale com a mãe ou com o pai, nenhum dos dois ajuda a resolver o problema. Obviamente o zumbi não existe, é coisa da cabeça de Jake e o filme não é de terror, sendo um fundo para a situação caótica que a casa está.

O filme é uma boa análise psicológica de como a cabeça de uma criança pira quando os pais são completos imbecis e não sabem deixar os filhos de fora de seus problemas. O final, com a luta de Jake para matar o zumbi e mais uma briga dos pais demonstra bem esse aspecto. Para um filme de baixo custo e a estréia em longas da diretora e roteirista Shelli Ryan, “Jake’s Closet” acaba se saindo positivamente.

Links

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: