Live!

liveLive! – 2007

Direção: Bill Guttentag

Roteiro: Bill Guttentag

Elenco: Eva Mendes, David Krumholtz, Rob Brown, Katie Cassidy, Jay Hernandez, Eric Lively, Monet Mazur, Jeffrey Dean Morgan, Andre Braugher

“Live” é melhor como crítica social do que propriamente um produto cinematográfico. Filmado como se um documentário, as escolhas de enquadraturas, diálogos, atuações, direção e tudo quanto é aspecto técnico que vocês podem imaginar são completamente errados, deixando a tarefa de ver o filme difícil.

A única coisa que salva em todo filme é de fato a crítica que faz sobre essa mania besta de reality shows, em que a privacidade não existe e quanto mais real uma coisa possa parecer mais audiência recebe. Essa busca por dar aos espectadores novos programas interativos faz com que a produtora Katy (Eva Mendes), tenha a brilhante idéia de uma programa com uma roleta russa e que um dos participantes irá morrer ao vivo. Por mais absurda que a idéia pareça, Katy recebe sinal verde para produzir Live! e depois de convencer o advogado da emissora a defender o programa contra a censura, tudo parece conspirar a favor.

Já que o filme é feito como se um documentário estivesse gravando os bastidores de Live!, desde as reuniões iniciais até o produto final, muitas cenas mostram as discussões sobre como será o formato do programa, a premiação aos vencedores, reuniões com os patrocinadores e a briga que Katy trava para levar seu “filho” ao ar. Live! recebe tanta promoção antes mesmo de ser aprovado, que se torna fonte de discussão em todo os Estados Unidos e mesmo sabendo que podem morrer, milhares de pessoas se inscrevem para a seleção em busca do prêmio de 5 milhões de dólares.

Um outro aspecto que faz parte da crítica do filme é que todos os participantes selecionados são pessoas que levam uma vida normal, mostrando como pode ser Robert um ser humano e o que elas estão dispostas a pagar para aparecer ou ganhar dinheiro.

Enfim, como crítica social e análise sociologica o filme tem um bom resultado, mas como produto cinematográfico é horrível, tendo um dos finais mais previsíveis e estúpidos possíveis.

Links

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: