Terminator: The Sarah Connor Chronicles – 2ª Temporada

terminatorTerminator: The Sarah Connor Chronicles – 2ª Temporada

Direção: David Nutter, Bill Eagles, Jeffrey G. Hunt, Charles Beeson, Bryan Spicer, Tawnia McKiernan, Milan Cheylov, Michael Nankin, Steven DePaul, Scott Peters, Holly Dale, Félix Enríquez Alcalá, Jeff Woolnough, J. Miller Tobin, Scott Lautanen, Guy Norman Bee, Guy Ferland

Roteiro: Josh Friedman, Natalie Chaidez, John Wirth, Toni Graphia, Ashley Miller, Zack Stentz, Denise Thé, Ian B. Goldberg, Daniel Thomsen, John Enbom

Elenco:
Lena Headey, Thomas Dekker, Summer Glau, Brian Austin Green, Richard T. Jones, Garret Dillahunt, Shirley Manson, Leven Rambin, Stephanie Jacobsen, Dean Winters, Mackenzie Brooke Smith, Shane Edelman, Jonathan Jackson


A segunda temporada acaba de acabar. Sexta-feira foi o último episódio e pelas especulações parece ter sido o final do seriado, sem chances de uma terceira temporada, o que é uma pena, já que o 22º episódio termina de maneira muito estranha e requer uma continuação para fazer sentido. Como me atrasei em começar a postar sobre a segunda temporada, o melhor a fazer é escrever um resumão de tudo o que rolou em vez de colocar episódio por episódio, porque correria o risco de eu terminar só no ano que vem.

1ºepisódio

O primeiro episódio foi exibido no longinquo dia 8 de Setembro de 2008 e começava do ponto em que a primeira temporada havia acabado, com o carro em que Cameron estava explodindo e o Cromartie fazendo a festa com o pessoal da Swat. A explosão danificou o sistema da Cameron que entrou em colapso e retomou sua programação inicial, matar o John. Após caçar os Connors pela cidade Cameron acaba derrotada e joga charminho pro lado do John, mas mesmo assim seu chip é arrancado. O melhor a fazer era queimar o corpo e o chip, mas John acaba tendo peninha da máquina e se arrisca colocando o chip de volta, mas desta vez Cameron não apresenta mais o defeito e tudo volta a normalidade. Um importante personagem que aparece já no primeiro episódio é Catherine Weaver, uma máquina que se fazendo passar por humana, controla uma companhia e inicia a fazer testes para produzir uma inteligência artificial.

2º episódio

No segundo episódio John que ainda frequenta a escolinha, conhece Riley, uma loirinha meio gatinha que da em cima do cara até conseguir alguma coisa. Mesmo com a mãe e Cameron sendo contra o relacionamento entre os dois, John acaba se envolvendo muito com Riley, chegando a ter fortes brigas com a mãe. Enquanto John brinca de namorar, Cameron e Sarah investigam uma fábrica que poderá ser usada pela Skynet no futuro e tentam evitar que um acidente ocorra para que o lugar não seja colocado sob controle exclusivo de computadores. Quem volta a aparecer é Charlie, ex-namorado da Sarah, que além de salvar o Derek na temporada passada, nessa vai acabar tendo a esposa sequestrada pelo Cromartie.

3º episódio

O sequestro ocorre no inicio do episódio enquando Charlie e a mulher fugiam da cidade, mas Cromartie acaba achando os dois e sequestrando a mulher. Sem saber para quem pedir ajuda, Charlie acaba ligando para a Sarah, que vai com Derek tentar um resgate. Porém o sequestro era apenas uma forma de deixar John sozinho e assim se tornar um alvo mais fácil. Sarah acaba resgatando a esposa de Charlie, que com um ferimento de uma explosão acaba não resistindo. Ainda nesse episódio Catherine Weaver começa a negociar com James Ellison para que ele largue o FBI e aceite o cargo de chefe de segurança de sua empresa.

4º episódio

Cameron volta a dar problemas quando tem um lapso de memória e esquece completamente quem é. Ela acaba indo parar na prisão e conhece uma garota que quando são liberadas a leva para um abrigo. Enquanto ela não se lembra de nada e pensa que é um ser humano, algumas cenas mostram Cameron no futuro como uma pessoa normal, coisa que no desenrolar do episódio descobrimos que uma máquina foi criada a partir da Cameron original que se chamava Allison e algumas memórias compartilhadas embananaram o sistema da máquina. Pela primeira vez uma máquina da a entender que não deseja continuar a guerra e se aliar aos humanos é uma solução para a paz.

5º episódio

Nada muito importante acontece nesse episódio, John e Derek vão para uma escola militar para proteger um futuro companheiro de resistência de John que está sendo caçado por uma máquina.

6º episódio

A família Connor começa a frequentar um psicologo, já que a vida de caçar máquinas e saber que o fim do mundo está próximo mexe com qualquer um. O psicologo é o mesmo que atende Savannah Weaver, filha de Catherine Weaver (a verdadeira que foi morta, não a máquina), que após a morte do pai e por ter uma mãe que não liga para ela, apresenta alguns probleminhas de criança. O psicologo, Dr. Sherman acaba trabalhando com Catherine no projeto de inteligência artificial e ensina alguns pontos básicos ao programa.

Quem acaba aparecendo aqui é Jesse, namorada no futuro de Derek e uma importante rebelde que vem para o passado em uma missão secreta que ela não conta a ninguém.

7º episódio

A casa dos Connors acaba de ser assaltada após um descuido de John com o alarme da casa já que estava prestando mais atenção a Riley. O assalto foi feito por pessoas normais, que sem sabem com quem estavam se metendo limpam a casa, inclusive todos os diamantes e os revendendo para um judeu conhecido de Derek. Seguindo as pistas, Sarah, Derek e Cameron acabam encontrando os assaltantes e recuperando suas coisas de volta, porém Cromartie segue o mesmo rastro e usando um dos assaltantes pega o endereço dos Connors.

8º episódio

John acaba tendo a brilhante idéia de ir com Riley para o México encondido da mãe. Obviamente a idéia se em uma das cagadas do jovem Connor, já que Cromartie o segue até a cidade e ainda coloca Sarah no porta malas do carro. John acaba preso em uma confusão em um bar e liga para Derek ir pegá-lo. O episódio é bem bacana, pois foi editado como se a história tivesse diferente visões, a de John e Riley, a de Sarah, a de James Ellison e a de Derek e Cameron. As histórias unidas formam os fatos que ocorrem na cidade mexicana com a última batalha contra Cromartie.

9º episódio

Depois de detonar o Cromartie e enterrar o corpo para depois queimá-lo, John e Cameron voltam para terminar o seviço, mas se deparam com a cova vazia. A única pessoa que poderia ter tirado o que restou de Cromartie de lá é James Ellison e assim os dois vão até a casa do ex-agente do FBI para descobrir a verdade. Mesmo levando uma surra de Cameron, James diz não saber de nada e acaba convencendo John disso.

Jesse sequestrou um cara que ela diz ser Charles Fischer, um ajudante das máquinas e que tortura as pessoas no futuro. Para provar a Derek que ela está dizendo a verdade, Jesse leva o Charles Fischer do presente e tenta confrontá-lo com o do futuro, mas o cara só convessa quando Derek decide torturar o Charles do presente.

Aqui começa a saga dos três pontos, em que Sarah seguindo um sonho vai ficar maluca até descobrir que raio significam os três pontos.

10º episódio

Algumas coisas importantes acontecem nesse episódio, Jesse revela a Derek qual a sua missão, a de impedir que John acabe se relacionando demais com Cameron e o Doutor Sherman, que estava a frente do projeto de Christine Weaver acaba morrendo após a inteligência artificial, que agora tem um nome, John Henry, trancar o psiquiatra em uma sala e matá-lo por falta de ar. É nesse momento que James Ellison é encarregado de cuidar do aprendizado de John Henry e ensiná-lo coisas básicas  sobre ética e valorização da vida humana.

Outra coisa importante é que descobrimos que Riley é do futuro e faz parte da missão de Jesse e seu papel é fazer John se virar contra Cameron.

11º episódio

A busca de Sarah pelos três ponto continua e enquanto isso Cameron tenta desvendar o que uma máquina estava fazendo em 1920. Ela usa todo seus charme para coletar informações em uma biblioteca e verificar os arquivos que possam dar indicações de qual era a missão da outra máquina. Ela acaba descobrindo tudo e destroi a máquina que estava se escondendo para executar seu plano nos tempos atuais, mas não faço a menor idéia do que isso seja importante para o restante do seriado. O que acontece de importante mesmo é que John começa a definitivamente a catar Riley e o plano de Jesse vai dando certo.

12º episódio

A pedido de Sarah, Derek vai ajudar uma mulher baleada que foi vítima de uma máquina. A família estava sendo caçada, já que um membro da família será importante no futuro, nada muito novo para o universo de Terminator. Enquanto Derek tenta salvar a mulher que está gravida, temos flashbacks de Sarah e Cameron tentando salvar a família. Outras cenas são com Derek e Jesse no futuro e envolvem o tal membro da família que é o verdadeiro alvo da máquina.

13º episódio

O último episódio após a longa pausa tem Sarah investigando os tais três pontos de seu sonho. Ela chega até uma mulher, que no caso é um travesti, que trabalhava em uma empresa e tem informações preciosas sobre o trabalho com robôs e pode ajudar a chegar na solução dos três pontos. A busca de Sarah, acaba resultando na morte da mulher/homem, mas ela chega em um armazém em uma estrada de terra e em uma troca de tiros com um segurança acaba recebendo uma bala e desmaia, mas antes disso chega a visualizar uma nave com os três pontos.

A Riley que está completamente desesperada e sem saber como completar a sua missão, acaba tentando um suicidio na casa dos Connors, mas é salva no último instante e vai parar no hospital.

14º episódio

Quase dois meses depois do último episódio, o seriado volta, mas continua enrolando mais do que nada. Sarah consegue escapar do hospital em que estava internada após receber o tiro e sequestra uma médica para extrair a bala. Com a ajuda do Kyle imaginário, ela convence a médica de que é uma boa pessoa e não deve ser denunciada e que realmente precisa da cirurgia. Enfim, fora o fato de que Christine Weaver vai até o armazém e explode o lugar todo nada além disso acontece.

15º episódio

Com o armazém explodido, Sarah decide que uma boa forma de investigar o que rolava lá dentro é se fazendo passar por ex-funcionária do local e falando com os familiares das vítimas. O que se descobre é que toda a atividade que rolava no local era guardada no mais absoluto sigilo e nem as esposas e filhos sabiam do que realmente se tratava.  Após muito lenga lenga, a única certeza que se dá é que a empresa não trabalhava com o que dizia trabalhar e que algo a ver com as máquinas no futuro era produzido lá dentro.

16º episódio

Esse é de longe o mais estranho e non sense episódio da temporada. Após não conseguir dormir por dias, Sarah resolve ir a uma clínica do sono, mas começa a desconfiar que algo estranho está acontecendo ali dentro. Em seus pesadelos, ela está sendo mantida em uma van por Winston, o cara da segurança do armazém que ela havia matado no decimo terceiro episódio e vai sendo interrogada para dizer para quem trabalha e porque o interesse nos trabalhos da Kaliba, a empresa por trás do armazém. Com o passar do episódio, começa a ficar difícil de distinguir o que é sonho ou realidade e em qual das duas Sarah realmente corre perigo.

17º episódio

Mais uma vez Cameron começa a dar problemas, desta vez é a sua mão que não responde bem aos comandos e John acaba dando uma ajudinha para consertar o defeito.

Riley começa a ficar apavorada com Cameron, já que quando a máquina estava tentando se auto-consertar, ela acabou presenciando a cena. A namoradinha de John ainda vai dar mais dor de cabeça, quando Sarah resolve ir conversar com o pai adotivo dela e fica sabendo que uma assistente social esteve na casa. Sarah decide conversar com a tal assistente, que na verdade é Jesse e conta todos os detalhes das aventuras de John e Riley no México e outras tretinhas na casa dos Connors. As coisas pioram quando uma assistente social de verdade vai até a casa dos Connors e como todos pensam que foi Riley que a enviou até lá, o clima esquenta entre Cameron e a loirinha. Riley acaba descobrindo que o plano de Jesse era fazer com que Cameron a matasse e assim John se viraria contra a máquina. Ao confrontrar Jesse com a verdade, as duas acabam brigando e Riley é morta.

18º episódio

Os Connors estão de mudança e John vai tentando acreditar em Cameron que ela não foi a responsável pela morte de Riley. Outras cenas são de Jesse no futuro em uma missão no seu submarino, cujo capitão é uma máquina a serviço da resistência. Enquanto as cenas do futuro alternam com as do presente, Jesse vai tendo uma certa crise de consciencia com a morte de Riley, mesmo sendo convicta de que tudo é justificável para que sua missão tenha sucesso. No submarino, a missão era ir até Perth, mas o capitão acaba revelando que as instruções dadas por John Connor são outras e que eles devem pegar uma caixa e transportá-la de volta, o que gera uma crise dentro do submarino.

19º episódio

A crise dentro do submarino só piora, quando alguns comandados acabam abrindo a caixa e soltam o que tem dentro, um exterminador de plasma. Mesmo com o exterminador de plasma solto pelo submarino, o capitão continua a não revelar do que se trata a nova missão e Jesse tem que intervir e destruir a máquina e executar um plano de fuga antes que seja tarde demais. Ao sair do submarino o exterminador de plasma aparece e da um recado a John Connor, que a resposta é não.

John decide saber o que aconteceu com Riley e acaba chegando até Jesse. Após confrontá-la, ele manda que ela suma, mas quando ela estava indo embora, Derek completamente decepcionado com a namorada a mata.

20º episódio

Com a mudança toda preparada, Sarah leva John até uma casa antes de irem até o ponto de encontro com Cameron e Derek. A casa é de Charlie, que se refugiou ali após a morte de sua esposa no ínicio da temporada. O plano de Sarah é deixar John com Charlie, já que ela pensa estar com câncer e que seus dias estão contados. Ao fazer um exame ela acaba descobrindo que um caroço que sentia no seio, não era câncer e sim um transmissor colocado por Winston enquanto a mantia presa na van. Enquanto Sarah consegue matar um cara que a seguia, a casa de Charlie é atacada e ele e John tentam fugir com um barco que tem no local, mas Charlie acaba morrendo. Quem também é atacado é Derek, mas Cameron acaba salvando o cara.

John Henry acaba sendo vitima de uma invasão de outra inteligencia artificial e é desligado temporariamente, mas agora Christine Weaver fica preocupada com a existência de uma máquina semelhante a sua.

21º episódio

Depois dos ataques, os Connors acabam se encontrando e John mostra um celular que encontrou com um dos atiradores e que continha uma foto de Savannah. Eles decidem ir até ela, já que pensam que a garota corre perigo. Enquanto a casa é invadida por uma máquina, John Henry vai mantendo contato com Savannah por telefone e tanta ajudá-la, mas é a chegada dos Connors que coloca a menina fora de perigo. No meio do confronto, Derek toma um tiro na cabeça e bem, isso é uma coisa importante, mas pelo visto não para o diretor, que não deu a menor ênfase a isso.

Escondidos e com Savannah segura, James Ellison entra em contato com Sarah para ter a menina de volta e fica sabendo do que de fato aconteceu no local. Sarah pede para conversar com Christine e após marcar um encontro em um cinema para que James pegasse a menina, Sarah é presa. Ao conversar com John, Savannah conta da existência de John Henry e deixa o cara preocupado por saber que uma inteligencia artificial do tamanho de John Henry está em atividade.

22º episódio

No último episódio com Sarah presa, John e Cameron recebem uma mensagem de que devem partir, mas o cara decide salvar a mãe de qualquer forma.Antes de partirem para o resgate, os dois recebem a vista de James Ellison, que jura que não tem nada a ver com a prisão de Sarah e porta uma mensagem de Christine que somente Cameron iria entender, o “Quer se juntar a nós?”, que era exatemente a pergunta que o exterminador de plasma no submarino de Jesse havia respondido, sinal que agora ele disse sim.

Mesmo estando em uma prisão, Cameron não encontra muitas dificuldades de tirar Sarah de lá e juntas com John vão até Christine Weaver para tentar desativar John Henry. Enquanto conversavam com Christine em sua sala, o local é atingido por uma nave e eles fogem para o porão para salvar John Henry, ao chegar lá, encontram Cameron já sem o chip e uma mensagem de “Sinto muito, John” escrita nos computadores. Christine revela que John Henry é uma máquina para combater a Skynet e precisam localizá-lo e programa um salto no tempo para o futuro, mas Sarah desiste de ir e deixa seu filho ir sozinho com o exterminador de plasma.

John e Christine são transportados para depois do dia do julgamento e lá John acaba encontrando Derek, Kyle e Cameron, mas como ele pulou no tempo ninguém sabe quem é John Connor e ai… o episódio termina!!

**

Bem, é isso, a temporada acabou e os rumores do fim do seriado seguem. Talvez seja uma puta jogada de marketing para vender mais DVD´s ou até mesmo para divulgar o filme que sai em Maio. É esperar para ver e torcer para que sejam apenas rumores essa história toda, já que não teria a menor graça terminar daquele jeito!!

Links

Comments
3 Responses to “Terminator: The Sarah Connor Chronicles – 2ª Temporada”
  1. Natália1 disse:

    Pois é, eu assisti todo o seriado e não entendi bulufas. É muita melação na segunda temporada, sem ação e lutas, além de um final sem graça.

    • Lucas disse:

      o final é doido. bem seria doido se tivermos uma sequencia que de logica.
      o grande problema que acho é que começa a dar uns furos com os filmes, ai danou-se.🙂

  2. Tiago disse:

    parece mesmo, infelizmente, que a terceira temporada foi cancelada…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: