Exterminador do Futuro – Salvação

terminatorTerminator Salvation – 2009

Direção: McG

 Roteiro:  John D. Brancato, Michael Ferris

Elenco: Christian Bale, Sam Worthington, Anton Yelchin, Moon Bloodgood, Bryce Dallas Howard, Helena Bonham Carter, Common, Michael Ironside


Pode ser estranho isso, mas inicialmente eu era contra continuar com a série do Exterminador do Futuro. O terceiro filme foi digamos, estranho e a série tinha descambado pra um rumo que muita coisa se contradizia. Com o tempo a angustia foi tomando conta e comecei a contar o dia para a estréia. “Exterminador do Futuro – Salvação” é um bom filme, infinitamente superior ao terceiro, mas acabou que a expectativa foi maior que a satisfação.

Estamos em 2018 é o Dia do Julgamento já chegou, as máquinas já devastaram o mundo e John Connor (Christian Bale) segue o seu destino, liderar a resistência humanda. Mesmo com todos os ensinamentos de sua mãe, John se vê diante de um novo e inesperado problema. Depois de um ataque, a soldado Blair (Moon Bloodgood) é ajudada por Marcus Wright (Sam Worthington), um homem misterioso que não lembra de nada relacionado a guerra que o mundo vive.

Marcus estava com Kyle Reese (Anton Yelchin), garoto que tinha acabado de conhecer e que fora capturado pelas máquinas e levado ao campo de concentração da Skynet. Marcus salva Blair e ela o leva até o esconderijo onde está John. Porém na entrada do lugar, Marcus pisa em uma mina e cabum, se detona todo, quando os médicos vão avaliar a sua condição, percebem que ele é uma máquina, mas uma máquina com coração e tudo, muito semelhante a um ser humano. Estranhamente, Marcus realmente crê ser um homem e não entende mais nada do que está acontecendo.

Blair decide tirar Marcus dali e durante a fuga ele arruma uma bela destruição, para no final ao encontrar com John convencer o cara de que pode ajudar a resgatar Kyle da Skynet. John aceita a proposta, afinal o campo da Skynet está para ser bombardeado pela resistência. Indo contra o comando, John e seus soldados invadem a Skynet para libertar os reféns e entre um tiroteio e outro duas coisas bem bacanas acontecem. A primeira é que Marcus toma conhecimento do que que aconteceu com ele, é acaba constatando que a sua programação era levar John até ali e finalmente a Skynet matá-lo. A segunda coisa é o confronto de John com o T-800, que sim, tem a linda carinha do Governador da Califórnia. Marcus, que nada de máquina tem, fora obviamente seu corpo, decide ajudar John a tirar Kyle dali e derrotar o T-800.

O filme fez uma boa ligação entre os filmes anteriores, mas acaba que John fala a todo mundo que Kyle, que ainda é jovem, é seu pai e Derek Reese, que no seriado é tio de John, não existe aqui. Obviamente a cagada tá no seriado e não aqui.

“Exterminador do Futuro – Salvação” é um bom filme, conseguiu dar uma recuperada na série, presta!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: