Dia dos Namorados Macabro

mybloodvalentineMy Bloody Valentine – 2009

Direção: Patrick Lussier

Roteiro: Todd Farmer, Zane Smith

Elenco: Jensen Ackles, Jaime King, Kerr Smith, Betsy Rue, Edi Gathegi, Tom Atkins, Kevin Tighe, Megan Boone, Karen Baum, Joy de la Paz


Odeio filme que me faz de idiota, salvo algumas exceções quando a história é bem feita e o que você vê pode não ser o mesmo que acontece na realidade do filme, vide Vanilla Sky. A desculpa desse filme é que ele foi feito em 3D, então dane-se roteiro, atuações, direção e atente-se apenas a esse aspecto tecnico. Ver um filme assim é impossível pra mim. “Dia dos Namorados Macabro” é simplesmente mais um filme que usa o 3D como convite. Ok, que os efeitos são bem usados, algumas tomadas ficaram interessantes, mas esse negócio de sanguinho jorrando na tela é pouco comparado ao vazio que é o restante do filme.

Temos alguns elementos dos anos 80 que estão sendo trazidos de volta, como os assassinos mascarados, as tetinhas de fora, os instrumentos mais afiados como armas letais e os jovens mais burros do universo, porém falta ainda o tom tosco que todo filme tinha. Essa escapada do underground que vem acontecendo com os filmes de terror, faz com que tudo se torne banal, não que antigamente a coisa fosse filosofica, mas pelo menos fazia sentido para um grupo de pessoas. Era tosco, mas era divertido.

Falar sobre o roteiro desse filme é explicar uma coisa sem importância no contexto geral. O que vocês precisam saber é: moço malvado mata uma cacetada de gente em uma mina no passado e some do mapa depois de perseguido pela polícia. Anos depois, ele retorna, matando jovens bebuns que cismaram de fazer um festa na tal mina.

O filme tem algumas reviravoltas e fornece pistas falsas o tempo inteiro, isso seria interessante se não fosse tudo feito ao acaso, sem muita preocupação, como já disse, o que importa é o raio do 3D. A presença de Jensen Ackles de “Sobrenatural” é um atrativo a mais, já que a série é popular e uma coisa puxa a outra.

“Dia dos Namorados Macabro” acaba que vira só mais um filme de terror porque se esqueceu de se preocupar em ser um bom filme e preferiu cuidar da onda tecnologica do momento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: