Garota Infernal

Jennifer’s Body – 2009

Direção: Karyn Kusama

Roteiro: Diablo Cody

Elenco: Megan Fox, Amanda Seyfried, Johnny Simmons, J.K. Simmons, Amy Sedaris, Adam Brody, Cynthia Stevenson

Como o grande atrativo do filme é a gostosa da Megan Fox, nem tinha me preocupado em saber quem o tinha escrito ou dirigido. Nos créditos final que li o nome da Diablo Cody e ai entendi muita coisa. “Garota Infernal” (nossa, que belo título, parabéns ai viu) tem centenas de citações pop, assim como “Juno” as tinha. O nome é um exemplo, já que “Jennifer’s Body” é uma música da pocaria da banda da porcaria da Courtney Love, o Hole.

Escrito no mesmo ano que “Juno”, “Garota Infernal”, não tem nada mais em comum a seu predecessor, aqui, Diablo Cody deu uma pirada e colocou rituais satânicos, vômitos, possessões demoníacas, sangue, víceras e tudo mais que agradam a este que vós escrive. Obviamente, com tudo isso seria só mais um filme gore, mas a presença de Megan Fox traz aquilo que todo cara gosta de ver em um filme pipoca, uma gostosa.

O filme começa com Needy (Amanda Seyfried) contando a sua história e explicando porque está em um hospital psiquiátrico. Logo depois de detonar uma enfermeira e ser levada para a solitária, o filme segue com Needy fugindo do lugar após levitar e quebrar o vidro. O flashback que vem é que explica a história. Needy e sua amiga Jennifer (Megan Fox), são duas estudantes de um colégio na pequena cidade de Devil’s Kettle, lugar que possui uma queda d’água que ninguém consegue explicar pra onde a água vai.

As duas vão a um bar ver uma banda que ninguém conhece, mas que tem sua página no MySpace. Jennifer acaba se interessando pelo vocalista, mas o cara se comporta como um babaca quando ela se afasta, mas Needy escuta tudo. Durante o show, o lugar pega fogo, matando quase todo mundo que estava lá dentro, mas por sorte Needy e Jennifer conseguem escapar. Em estado de choque, Jennifer aceita o convite de Nikolai (Adam Brody) o vocalista da banda e vai embora dali na van deles. Needy volta sozinha para casa e acaba recebendo uma visita na madrugada de uma Jennifer completamente ensanguentada, com a cara mais estranha do mundo e que devora um frango na geladeira e depois vomita um treco preto.

No dia seguinte, a escola está de luto, todos estão chorando pelos amigos perdidos, menos Jennifer, que agora parecer normal, fora o fato de não dar a mínima pela morte dos colegas. A explicação para isso tudo, e ai eu pulo uma grande parte do filme, é que Jennifer foi usada pela bandinha do MySpace para um ritual satânico em que ela seria a oferenda. Acontece que Jennifer não é virgem e o demônio se apossa do belissimo corpo da garota, que para sobreviver deve se alimentar de sangue e inicia a matança.

“Garota Infernal” fica no meio termo entre ser um filme de comédia e um terror, tá que nada ali assusta ou causa nojo. Uma coisa que o filme faz muito bem é usar o maldito corpo da Megan Fox, que em cada cena mostra seus belos atributos, deixando tudo sensual, mas sem deixar a gente ver algo a mais. O filme é bom e a Megan Fox é boa, então vale a pena!!

Comments
2 Responses to “Garota Infernal”
  1. Gabriela disse:

    Olha,esse filme parece ser ASSUSTADOR. Eu não vi. Mais quero ver. Minha prima viu,ela tem doze anos e disse que por pouco não mija nas calças. E olha que ela é uma pessoa corajosa que dá medo. O que eu quero saber é como é esse ritual,e se aparece o tal demônio se aproveitando do corpo dela. Sou curiosa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: