The Red Canvas

The Red Canvas – 2009

Direção: Kenneth Chamitoff, Adam Boster

Roteiro: Kenneth Chamitoff

Elenco: Ernie Reyes Jr., John Savage, George Takei, Ernie Reyes Sr., Ken Takemoto, Maria Conchita Alonso, Gray Maynard

Curiosidades sobre esse filme: sua estreia foi na Estação Espacial Internacional, já que um dos astronautas é irmão do diretor Kenneth Chamitoff e mais bizarro que isso, a estreia na Terra foi no Brasil, antes mesmo dos Estados Unidos.

“The Red Canvas” tem o grave defeito de todos os filme de porrada, as atuações são toscas. O excesso de dramaticidade em algumas cenas é ridículo, com longos flashbacks nos momentos mais errados. Essa coisa de flashback nas cenas finais de luta é clichê, mas o diretor por algum motivo colocou os flashbacks em quase todas as cenas de luta ou nos momentos mais importantes do filme. Quando voce pensa que vai ter uma continuação da ação, o maldito do diretor te coloca um flashback parecendo um clipe e a narrativa se perde.

O Red Canvas é um torneio organizado por Krang (George Takei), um ex-militar vietnamita desde a época da guerra contra os Estados Unidos. Krang sempre injetou drogas em seus lutadores, fazendo com que eles se tornassem maquinas de bater. Harbin Rask (John Savage) era um lutador de Krang que depois de retornar aos Estados Unidos abriu uma filial do Red Canvas no país. Rask dirige uma prisão e vê em Johnny Sanchez (Ernie Reyes Jr.) a chance de vencer Krang no torneio e da ao cara um indulto de liberdade para poder ir visitar a família e treinar para participar do Red Canvas.

A vida de Sanchez fora da cadeia não é muito melhor do que dentro dela, a situação financeira da família é crítica e o pai entra em coma após um acidente em sua oficina mecânica. Bebendo mais do que nada, Sanchez decide tomar vergonha na cara e ajudar a família e começa a treinar arduamente para entrar no Red Canvas. A cada vitória, Sanchez se aproxima do prêmio de 50 mil doláres e do confronto com Torch (Gray Maynard), o anabolizado lutador de Krang.

As lutas são bem feitas, mas o restante do filme é ruim, bem ruim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: