Avatar

Avatar – 2009

Direção: James Cameron

Roteiro: James Cameron

Elenco: Sam Worthington, Zoe Saldana, Stephen Lang, Sigourney Weaver, Michelle Rodriguez, Giovanni Ribisi, CCH Pounder, Wes Studi, Joel Moore, Dileep Rao

Pela primeira vez na história desse blog, não vou sentar a lenha em um filme 3D. Na verdade, em qualquer aspecto gráfico, é impossível criticar “Avatar”, a nova obra prima de James Cameron. Com 10 anos de preparação, “Avatar” é um primor de tecnologia, uma nova forma de se fazer cinema e de transmitir os dados colhidos nas gravações para serem editados depois.

A paciência de James Cameron em elaborar um produto sólido, gastando mais de 400 milhões de dólares é recompensador. Para ele essa nova tecnologia significa mais dinheiro na conta bancária, já que com certeza outros diretores irão utilizá-la agora e para o público ver algo com extrema qualidade técnica é orgasmático (pelo menos para meu cérebro nerd).

Toda preocupação em deixar os gráficos perfeitos, criou um defeito no filme, o roteiro. A história não é ruim, mas é batida, com arquétipos espalhados para todos os lados e um final previsível, nada que te faça pensar ou ao menos quebrar a cabeça com alguma coisa. Essa escolha talvez tenha sido tomada para não desviar o olhar do que acontece na tela, não que o roteiro esteja ali para seguir os gráficos, mas apenas não tenta ser superior a ele.

Pandora é um planeta fantástico, onde seus habitantes, os Na’Vi vivem em perfeita harmonia com a natureza, criando uma espécia de “força” na vida local. A paz Na’Vi é quebrada com a chegada de Jake (Sam Worthington), um militar paraplético da Terra, que usando uma tecnologia terrestre, consegue controlar um corpo Na’Vi e ser aceito como “padawan” de Neytiri (Zoe Saldana). Com Neytiri, a filha do chefe da tribo, Jake aprende todos os costumes Na’Vi e vai sendo treinado nas artes guerreiras do local. Com as informações adquiridas, Jake vira uma peça fundamental para a invasão que os terráqueos pretendem fazer em Pandora.

Mas como era de se esperar, Jake acaba se apaixonando por Neytiri e pelo estilo de vida Na’Vi, chegando a preferir os momentos em que controla o corpo do smurf gigante. Ao perceber a cagada que fez, condenando toda Pandora a destruição, Jake se rebela junto com o grupo de cientistas que trabalhava e inicia a campanha Na’Vi x “Povo do Céu”.

“Avatar” é um filme para ser visto milhares de vezes, seja em 3D ou em 2D, mas é um filme para ser visto no cinema (se você tiver uma tela imensa com full hd da pra ver em casa). Se ainda não foi ver, prepare-se para babar com a precisão técnica da equipe de James Cameron, se já viu, vá de novo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: