Encarnação do Demônio

Encarnação do Demônio – 2008

Direção: José Mojica Marins

Roteiro: José Mojica Marins, Dennison Ramalho

Elenco: José Mojica Marins, Jece Valadão, Milhem Cortaz, Adriano Stuart, Rui Resende

Mais de 40 anos depois de “Essa Noite Encarnarei no teu Cadáver”, Zé do Caixão está de volta, só que agora mais brutal que nunca. O filme é realmente violento, a quantidade de sangue, animais mortos e torturas é enorme e talvez a co-roteirização de Dennison Ramalho tenha influênciado essa parte. Para quem não sabe, Dennison é o responsável por “Amor só de Mãe”, talvez o curta mais atordoante do Brasil.

Com um orçamento de R$ 2 milhões, “Encarnação do Demônio” é o filme mais caro de José Morija Marins e o diretor usou a maior parte dessa grana com litros de sangue falso e as carniças do que com figurinos, algo extremamente funcional ao filme. O terror é extremamente visual, beirando o gore, cenas de torturas com belos requintes de crueldade indo de rato na vagina até a uma mulher comendo carne da própria bunda.

Depois de anos na prisão, o assassino Zé do Caixão (José Mojica Marins) recebe a liberdade e já sai em busca da mulher perfeita para gerar seu filho. Com a ajuda de Bruno (Rui Resende), seu fiél servo, Zé tenta se readaptar ao mundo e ainda tem que conviver com constantes alucinações que o está levando a loucura. Tentando impedir os planos do assassino estão o Padre Eugênio (Milhem Cortaz), um nada comum clérigo e os irmãos policiais Capitão Oswaldo (Adriano Stuart) e Coronel Claudiomiro Pontes (Jece Valadão).

As ações são bastante caricaturais e os diálogos continuam no jeito Mojica de ser. Esses fatores pesam um pouco contra o filme, mas esse nunca foi o objetivo maior do diretor e imagino a dificuldade que deve ser encontrar atores de qualidade para filmes de terror no Brasil.

Mojica é sem sombra de duvidas o maior diretor de filmes de terror do Brasil, sua obra é bastante respeitada fora, porém se limita muito ao underground em seu próprio país. Por mais exposição que ele tenha por trabalhar em um canal de tv, seus filmes tem pequena distruibuição e orçamentos mínimos, mas felizmente ele continua seu trabalho.

Para quem curte filmes de terror com litros de sangue jorrando “Encarnação do Demônio” é mais que recomendado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: