Mangue Negro

Mangue Negro – 2008

Direção: Rodrigo Aragão

Roteiro: Rodrigo Aragão

Elenco: Walderrama Dos Santos, Kika de Oliveira, Markus Konká, icardo Araújo, André Lobo

A realidade cinematografica brasileira é dura. Gravar um filme, independente do gênero, é muito difícil. Se falamos de filmes de terror então, a dificuldade é ainda maior, se o gênero é underground no exterior, no Brasil é quase limitado a produções amadoras. Vou sempre aplaudir quem da a cara a prova e faz com recursos próprios um filme. São essas pessoas que fazem cinema por amor e porque realmente gostam do que fazem.

Quem assiste as produções de terror nacionais, está acostumado com a má qualidade técnica. Pedir certos ajustes técnicos é quase impossível, mas alguns detalhes poderia ser corrigidos facilmente, já que não são tão difíceis assim. Em “Mangue Negro” alguns problemas evidentes do cinema nacional estão presentes, como os diálogos forçados e atuações nada convincentes. Óbvio que isso não é uma critica ao filme em si, é uma crítica ao cinema brasileiro em geral, que hora faz os diretores trabalharem com atores não profissionais ou com atores com terríveis vícios de teatro.

Esses dois problemas que citei acima são extremamente dificeis de serem corrigidos em um curto espaço de tempo. Seria necessário a formação de um polo de cinema descente no Brasil, coisa que duvido que ocorra num futuro próximo.

“Mangue Negro” tem uns defeitos que são banais e que poderiam ser evitados, como erros de fotografia, que é muito escura e tem cores péssimas em algumas cenas. Uma simples correção de cor arrumaria isso. A edição também não ajuda, os cortes são descontínuos e mudam no meio de uma ação em andamento. O filme fica sem ritmo assim, fica confuso em diversas partes e faz a atenção ir embora. A trilha sonora por sua vez é incompatível as vezes, mas a dublagem ficou bem feita. Repara-se uns erros as vezes, mas no geral é convincente.

Com um orçamento de 60 mil reais, o filme apresenta mais falhas do que deveria, tem mais erros do que poderia ter e sinceramente não vejo aonde todo esse dinheiro foi investido. Repito que dou valor a produções independentes, mas alguns cuidados básicos poderiam ter sido tomados, afinal não estamos mais na era dos VHS e de edição linear.

Em um aspecto o filme se destaca grandiosamente, as maquiagens e as ambientações. O mangue realmente deu um ar sombrio ao filme, as locações foram muito bem escolhidas, os zumbis estão extremamente bem feitos e o sangue bem próximo ao real.

No interior do Espírito Santo, um mangue é atacado por zumbis. Os únicos sobrevivêntes são Luis (Walderrama Dos Santos), Raquel (Kika de Oliveira) e Agenor (Markus Konká), que juntos tentam escapar do lugar com os poucos recursos que tem. Luis, que nutre um amor secreto por Raquel, apesar de tímido se motra extremamente eficiênte com uma machadinha, decepando os zumbis que encontra pela frente.

A única forma de escapar do lugar é escalando uma pedra e atravessando uma montanha, mas entre eles e os lugares, uma horda de zumbis esta pronta para atacar e rangar seus cérebros.

Comments
14 Responses to “Mangue Negro”
  1. Mario disse:

    Que merda essa crítica hein!
    Sem fundamento nenhum, nem parece que vimos o mesmo filme!
    Se fosse uma bosta americana vc estaria elogiando!
    Aff

    • Lucas disse:

      porque, não pode criticar filme nacional?
      se fosse uma bosta americana eu tb criticaria, como em outros posts, mas a sua crítica não tem fundamento nenhum, nem parece que estamos no mesmo blog.

  2. Caio disse:

    >Mario
    o filme é ruim.. eu vi.

    veja o lado o bom! agora vc pode curtir uma boa bosta nossa tbm!

    ou vc é igual aos da globo? q bastou ser daqui, não tem ruim.

    é uma bosta e ponto. mas curti, pq terror e sci-fi no brasil são raros,
    maioria so fala merda, enfim, que venha mais porcaria do tipo! viva
    o GorE!

    agora coloca o filme do lula ai que eu realmente vou falar merda!

    • Lucas disse:

      nossa, o filme do lula. até tentei esquecer dessa coisa. vou postar em tua homenagem!!

      valeu pelo comentário!!

  3. Mario disse:

    Vcs nem sabem o que é filme de terror, aposto que assistiram Panico e acham que manjam de cinema de terror, ridículo, vão assistir Crepúsculo e ouvir Cine que vcs ganham mais!!!!

  4. Mario disse:

    Pra gente que acha a refilmagem de Fúria de Titãs bom… deixa quieto!

    • Lucas disse:

      filmes diferentes, gêneros diferente e conceitos completamente diferentes. compare mangue negro com alguma coisa próxima, não com um filme completamente diferente.

  5. Renan Milfont disse:

    Lucas,
    Filme de terror não escuro, só se fosse: O Mangue da Cinderela.
    rs,rs.
    Erro de continuidade ocorre até no Exterminador do Futuro, cujo orçamento não pode ser comparado a esse filme.
    Uma boa comparação que você poderia fazer seria com a Bruxa de Blair, o primeiro, filme que teve orçamento de R$ 60 mil dólares. Lembrando que esse valor nos EUA, considerando o preço de equipamentos por lá, fora a conversão do dólar em real, corresponderia a R$ 300 mil reais pelo menos.

    • Lucas disse:

      cara, uma coisa é ser escuro, outra é ter iluminação mal feita e errada. muitos filmes de terror usam sim a escuridão pra ajudar no clima, mas é feito de proposito e tem uma função estética.
      sobre os erros de continuidade, sei que qualquer produção tem seus erros, mas dei enfase nos cortes errados, que picotam a ação no meio.
      sobre o valor de conversão, 60 mil dólares dão cerca de 110 mil reais. moeda nenhuma da o valor que você falou.
      \
      agora uma coisa não só pra vc e sim pras outras pessoas. deem mais uma lida no texto. eu critiquei sim os erros do filme, mas tb dei valor para todos os envolvidos e falei dos aspectos positivos. repito o que tá no texto, dou valor a qualquer pessoa que faça um filme de terror no brasil, sei a dificuldade que é e acho bem vindo qualquer filme, sendo bom ou ruim. é fazendo as cagadas que a gente um dia vai chegar a algum lugar. e outra, eu critiquei a forma como se faz cinema do brasil, não foi uma critica ao diretor de mangue negro e sim ao mercado em si, que desde o inicio faz as coisas erradas por aqui.
      /
      enfim, valeu pelo comentário, teu e de todo mundo que debate as coisas de forma civilizada.🙂

  6. Renan Milfont disse:

    Oi Lucas, o que disse ao colocar o valor de R$ 300 mil leva em consideração o preço dos equipamentos e taxa de importação e elevada carga tributária no Brasil.
    Os equipamentos nos EUA são bem mais baratos, o que faz com que o dólar tenha mais valor do que o real em termos de poder aquisitivo, não só de conversão.
    Obrigado pela resposta, entendi melhor sua crítica e espero que o diretor melhore cada vez mais, pois foi seu primeiro filme e recebeu muitos prêmios, o que demonstra um reconhecimento do trabalho realizado.
    O cinema nacional precisa melhorar em sua totalidade.
    Abraços.

  7. Marcio Melo disse:

    Porra man, finalmente encontrei alguém que tem uma opinião próxima da minha.

    E esse lance de NÃO poder falar mal do cinema nacional é FODA.

    O filme não é muito bom em si e TENHO ciência que isso não foi culpa de quem o fez, com 60 mil reais pode ser considerado uma genialidade do diretor fazer um filme assim.

    Achei as atuações sofríveis, tirando o coroa pescador que é razoável e a menina que é quase razoavél o restante do elenco é horrível, principalmente o protagonista.

    Isso me doi falar.

    Agora os aspectos bons: a história é genial, utilizar o mangue e tudo mais, excelente. Não me incomodei com as cores como você falou, acho que a intenção era justamente esta, ser um filme de terror ‘gore’ e ‘trash’, mas trash no bom sentindo da palavra se é que me entende.

    Comentarei no porra, man em breve, se bem que meu comentário aqui já foi quase um post

    • Lucas disse:

      ae, finalmente alguém que me entende. hehehehehe
      e continuo sem entender esse povo que não deixa criticar filme nacional. se é ruim é ruim, ponto final.🙂

  8. JOPZ disse:

    eu gostei… mas assisti com um espirito muito mais receptivo como é comum ao ver filmes desse genero… comentário nesse link..

    http://b1brasil.blogspot.com/2010/06/cinema-zumbizada-brazuka.html

    JOPZ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: