Survival of the dead

Survival of the dead – 2009

Direção: George A. Romero

Roteiro: George A. Romero

Elenco: Alan Van Sprang, Kenneth Welsh, Devon Bostick, Kathleen Munroe, Richard Fitzpatrick, Athena Karkanis, Julian Richings, Stefano DiMatteo

O mestre está de volta. Continuando a saga dos zumbis, George Romero lançou ano passado seu novo filme, que inicialmente iria se chamar apenas “… of the dead”.

Nessa sua segunda trilogia de zumbis, Romero faz em “Survival of the dead” uma ligação com os filmes anteriores. Alguns personagens são os mesmos de “Diário dos Mortos” e os zumbis seguem evoluindo e se adaptando a morte como em “Terra dos Mortos”.

Inexplicavelmente, o diretor optou por fazer o sangue em computação gráfica e o resultado é horrível. É extremamente falso ver o sangue voando dessa forma. O sangue jorra, mas é mal feito. Realmente não consigo entender o porque dessa opção que nos filmes anteriores funcionava muito bem a velha forma do sangue ketchup.

O sargento Crocket (Alan Van Sprang), o mesmo que roubou as coisas dos jovens em “Diários dos Mortos”, aparece aqui com seu grupo enfrentando problemas com a infecção zumbi. Em uma das rondas para buscar qualquer coisa que valha a pena, eles encontram um grupo de sobreviventes. Mas o encontro não é muito bem sucedido, deixando apenas um garoto (Devon Bostick) do grupo vivo. O garoto se une a Crocket e seu bando e quando estavam para decidir para onde ir, ele mostra um vídeo de um tal Capitão Coragem, que dizia saber de uma ilha tranquila para escapar dos zumbis. O tal Capitão é Patrick O’Flynn (Kenneth Welsh), um ex morador da ilha, que foi expulso por seu rival, Seamus Muldoon (Richard Fitzpatrick).

Mais uma vez, o encontro entre o grupo de Crocket com alguém não da certo, sobrando apenas Patrick vivo do outro grupo depois de um ataque dos zumbis. Com um barco, eles rumam para a tal ilha, mas não encontram nenhum sossego como havia dito Patrick.

Muldoon mantém um número de zumbis como experiência, achando que consegue fazer com que eles desistam de comer carne humana. Patrick é completamente contra essa idéia, que até o momento parece infrutífera.

Mais uma vez, o maior problema dos seres humanos são os próprios seres humanos e isso é uma característica dos filmes de Romero. Aqui, os zumbis estão em segundo plano na briga entre Muldoon e O’Flynn.

“Survival of the dead” não é o melhor filme de Romero, mas é mais um bom representante do gênero dos comedores de cérebro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: