Os Coletores

Repo Men – 2010

Direção: Miguel Sapochnik

Roteiro: Eric Garcia, Garrett Lerner

Elenco: Jude Law, Forest Whitaker, Alice Braga, Liev Schreiber

“Os Coletores” chega a parecer uma propaganda em muitas cenas devido a enorme quantidade de grandes marcas que aparecem. Me lembro de algumas que aparecem mais de uma vez como Volkswagen, LG, Bacardi e Puma, mas podem tem certeza que tem mais escondido pelo filme. Algumas cenas chegam a ser descaradamente uma propaganda, como as que aparecem a logomarca da Volkswagen. Pode ser só merchandising, pode ser de proposito, mas a verdade é que é exagerado.

“Os Coletores” pode ser considerado um marco na carreira de Alice Braga, já que finalmente a brasileira ganhou um papel de mais destaque em Hollywood e felizmente ela não parece estupida como nos filmes anteriores.

No filme, em um futuro próximo, a medicina é tão avançada que qualquer parte do corpo humano pode ser trocada por uma artificial. A The Union trabalha com isso, produz e vende as peças para as pessoas e ganha muito, mas muito dinheiro nesse novo mercado. Um outro setor da empresa cuida caso os clientes não paguem as custosas parcelas do contrato e assim um grupo de coletores é enviado para recuperar as peças. E recuperar quer dizer arrancar fora com precisão cirurgica.

Remy (Jude Law) e Jake (Forest Whitaker) são os melhores coletores da empresa, cortando os devedores e retirando as peças com muita eficiência. Em uma coleta, Remy sofre um acidente, tendo que colocar um coração artificial. Mudado após a expriência, ele não consegue mais fazer seu trabalho e assim acaba não pagando pelo coração. De coletor, Remy vira mais um alvo, tentando fugir de qualquer forma, mas o sistema da The Union está presente em todos os lugares.

Jude Law faz bem seu papel de “Bad Ass”, mas é estranho olhar para ele e não imaginar um bom moço de família.

O filme tem bons momentos de exagero, como o momento “romântico” entre Remy e Beth (Alice Braga) com os dois de cortando, sangrando e se fodendo todo. Logo após isso, um gelzinho mágico que cura as feridas faz também o papel de controlar as hemorragias internas devido aos cortes.

O final é bem parecido com “Vanilla Sky”, então da pra imaginar o que acontece com Remy né?

“Os Coletores” é um bom filme, exagerado em muitos aspectos, mas é bom.

Comments
4 Responses to “Os Coletores”
  1. Gabriel disse:

    Não gostei muito do filme, não. Até certa parte ele é interessante, mas, na sua totalidade o filme deixou muitissimo a desejar.

  2. Luiz Metal disse:

    Eu curti! Muito bom o filme!
    Assistam-no sem muitas expectativas mas no final verão que é um bom filme!

    Lógico que não é nem de longe um ótimo filme é apenas bom hehehehehehe…

  3. lourenco83br disse:

    Valeu por contar o filme inteiro, o bom é que agora não preciso mais assistir pq vc já estragou contando toda a história. Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: