Predadores

Predators – 2010

Direção: Nimród Antal

Roteiro: Alex Litvak, Michael Finch

Elenco: Adrien Brody, Alice Braga, Topher Grace, Walton Goggins, Oleg Taktarov, Louis Ozawa Changchien, Mahershalalhashbaz Ali, Laurence Fishburne

O que Robert Rodriguez fez em “Predadores” é de se aplaudir, já que a imagem do monstrengo alienigena estava bem queimada após os AVP’s. Não que o filme seja fantástico ou bom quanto o primeiro de 1987, mas ao menos o clima e a cacetada de referências ao original resultaram em um filme agradável. “Predadores” tem seus defeitos, já que a ação é pouca e essa coisa de aliança entre um predador e um humano não cola, mas no geral o balanço é positivo.

“Predadores” tem milhares de referências ao original, desde a ambientação, já que novamente estamos em uma floresta, até a mais óbvia de todos, quando a personagem de Alice Braga cita os eventos ocorridos com o grupo de Arnold Schwarzenegger em 1987.  Uma coisa difícil de engolir é que independente da posição na floresta, é impossível não perceber que o céu é diferente e estamos em um outro planeta. Fora isso, todo suspense inicial, com os “participantes” caindo na floresta e o predador a espreita é muito bem trabalhado.

Para um filme que descaradamente cita o original, “Predadores” perde muito tempo preparando o terreno para apresentar os personagens, o planeta e até mesmo os predadores. A coisa toda funciona, mas a falta de ação pode irritar muitas pessoas, principalmente aquelas que querem ver o predador arrancando cabeças. Personagens como os de Danny Trejo e  Laurence Fishburne ficaram sem a menor importancia, participando de poucos momentos e não acrescentando em absolutamente nada para o restante do filme. Outro personagem sem muito sentido é o de Topher Grace, que teve o seu revelar muito caricatural e forçado.

Um grupo de oito pessoas cai (literalmente) em uma floresta desconhecida sem fazerem a menor idéia de como foram parar ali. Todos tem conhecimentos militares, menos o médico Edwin (Topher Grace), que parece meio deslocado no meio de tanta gente com arma. Tentando se localizar a arrumar uma forma de sair dali, os oito se juntam basicamente sob as lideranças de Royce (Adrien Brody) e Isabelle (Alice Braga). Mesmo sem saber ao certo o porque de estarem ali, Royce já percebe que eles fazem parte de um jogo, de uma caçada. Aos poucos, os predadores vão aparecendo e eliminando um a um, deixando o grupo de sobreviventes cada vez menor.

“Predadores” é um bom filme de ação, mesmo que a pancadaria e as cabeças voando tenham dosagens mais amenas. O resultado final agrada e as citações ao original são uma bela homenagem de Robert Rodriguez, que cozinhava esse filme desde 1994.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: